sábado, agosto 12, 2006


As ondas são anjos que dormem no mar,
Que tremem, palpitam, banhados de luz...
São anjos que dormem, a rir e sonhar
E em leito d'escuma revolvem-se nus!
E quando de noite vem pálida a luaSeus raios incertos tremer, pratear,(...)
E quando nas águas os ventos suspiram,
São puros fervores de ventos e mar:
São beijos que queimam... e as noites deliram,(...)
Ai! quando tu sentes dos mares na flor
Os ventos e vagas gemer, palpitar,
Por que não consentes, num beijo de amor
Que eu diga-te os sonhos dos anjos do mar?

Álvares de Azevedo

3 comentários:

teresa disse...

;)

teresa disse...

2006/08/21
hoje tive uma grande alegria quando a minha querida amiga me "serviu" no seu "Angel Bar" um "coKtail" que eu esperava à muito tempo.Confesso que não me surpreendi pela qualidade da "bebida" pois eu conheço bem as capacidades da "dona do Bar" !
Parabéns amiga!
E agora, desculpa amiga, mas esta eu brindo contigo, não com um coKtail, mas sim com um Porto legitimo, cheio de espirito e outras coisas divinas, que eu sei que adoras!à nossa...e por favor continua a alimentar o espírito dos pobres mortais ....
...........
"Por isso, alheio, vou lendo
Como páginas, meu ser.
O que segue não prevendo,
O que passou a esquecer.
Noto à margem do que li
O que julguei que senti.
Releio e digo: "Fui eu?"
Deus sabe, porque o escreveu."

Fernando Pessoa

sempre amiga
teresa

andy disse...

Andy
Muito boniy«to todo o blog.
parece uma salinha de sonhos.~
e Lamb de Peter gabriel
fica magnifico
do amigo
andy